O EVANGELHO AVANÇA – ATOS 10.1-48

ATOS 10.1-48 

Cornélio 

1 Na cidade de Cesaréia havia um homem chamado Cornélio, que era comandante de um batalhão romano chamado “Batalhão Italiano”. 

2 Ele era um homem religioso; ele e todas as pessoas da sua casa adoravam a Deus. Cornélio ajudava muito os judeus pobres e orava sempre a Deus. 

3 Um dia, ali pelas três horas da tarde, Cornélio teve uma visão. Ele viu claramente um anjo de Deus, que chegou perto dele e disse: —Cornélio! 

4 Ele ficou olhando para o anjo e, com muito medo, perguntou: —O que é, senhor? O anjo respondeu: —Deus aceitou as suas orações e a ajuda que você tem dado aos pobres e ele não esqueceu você. 

5 Agora mande alguns homens até a cidade de Jope para buscarem o homem chamado Simão Pedro. 

6 Ele está hospedado na casa de outro Simão, um curtidor de couros que mora na beira do mar. 

7 Quando o anjo foi embora, Cornélio imediatamente chamou dois empregados e um soldado que estava a seu serviço e que era um homem religioso. 

8 Cornélio contou a eles tudo o que havia acontecido e mandou que fossem a Jope. 

Lição: Deus não se esquece daqueles que buscam fazer o que é correto, mesmo não sendo do seu povo, e os ajuda. 

E. Cornélio era um homem religioso, mas não era do povo de Deus. Ele conhecia coisas sobre Deus. Ele fazia orações. Ele ajudava os pobres, dando esmolas. Era um trabalhador comum (comandante de um batalhão). Um pai de família, um homem de bem. Mas não conhecia a Jesus. Era religioso, era alguém que, imagino eu, todos gostavam dele. Mas ainda não conhecia a Jesus. Cornélio fazia muitas coisas boas, mas não tinha salvação. Ainda assim, Deus quando se revela a Cornélio, disse que não se esqueceu dele. Deus abençoava Cornélio. Mas ele precisava de algo mais do que ser abençoado na vida, de ter um bom emprego, de ser uma pessoa boa. Ele precisava conhecer e crer em Jesus. 

I. Essa história é importante para nos mostrar que a vida religiosa não é suficiente para salvar uma pessoa. Fazer coisas boas, corretas, não garante a salvação de ninguém. Isso porque, a própria Bíblia ensina em Efésios 2.8,9 que a salvação não vem das nossas ações, da nossa capacidade, mas vem de Deus. A salvação é um presente que Deus dá de graça, para aqueles que tem fé na pessoa de Jesus. 

A. O grande desafio da minha e da sua vida é entender que precisamos ir além da religião. Precisamos crer em Jesus Cristo e viver para ele. 

Mas a história continua, vejamos: 

Pedro tem uma visão 9-16 

9 No dia seguinte, ao meio-dia, Pedro subiu ao terraço para orar. Enquanto isso, os homens vinham pelo caminho, já perto de Jope. 

10 Pedro ficou com fome e quis comer alguma coisa. Enquanto o almoço estava sendo feito, ele teve uma visão. 

11 Viu o céu aberto e uma coisa parecida com um grande lençol amarrado pelas quatro pontas, que descia até o chão. 

12 Dentro daquilo havia todos os tipos de animais de quatro patas, de animais que se arrastam pelo chão e de aves. 

13 Então Pedro ouviu uma voz, que dizia: —Pedro, levante-se! Mate e coma! 

14 Pedro respondeu: —De jeito nenhum, Senhor! Eu nunca comi nenhuma coisa que a lei considera suja ou impura! 

15 A voz falou de novo com ele: —Não chame de impuro aquilo que Deus purificou. 

16 Isso aconteceu três vezes. Em seguida a coisa que parecia um lençol foi levada de volta para o céu. 

Lição 2. O servo de Deus precisa ser tratado por Ele antes de compartilhar a fé.  

E. Pedro era um judeu. E o costume de seu povo era que eles não podiam se misturar com pessoas que não fossem judeus. O coração de Pedro, apesar de convertido a Cristo, ainda estava cheio das regras e religiosidade de seu povo. Ele precisou ser tratado por Deus. Deus teve que convencer Pedro a quebrar seus conceitos e preconceitos para fosse à casa de Cornélio e pregar o evangelho a ele. 

I. Pessoas religiosas tendem a cumprir as regras da sua religião. As vezes, mesmo quem é salvo por Jesus, pode atrapalhar mais do que ajudar, ao deixar seus conceitos e preconceitos falarem mais alto em sua vida, do que a obediência de compartilhar Jesus. 

A. Nós, a igreja de Jesus, precisamos esquecer o que achamos, para fazer o que Deus manda. As vezes temos conceitos contrários à vontade de Deus e que nos impedem de compartilhar Jesus. Precisamos vencer esses conceitos errados, tomando coragem de romper com que achamos que é certo, para fazer aquilo que Deus diz que é certo. Deus nos ajude. 

Mas a história continua… 

Os enviados de Cornélio chegam a Jope  

17 Pedro começou a perguntar a si mesmo o que aquela visão queria dizer. E naquele momento os homens que Cornélio havia mandado já tinham se informado sobre onde ficava a casa de Simão e estavam na porta. 

18 Eles chamaram alguém da casa e perguntaram: —Por acaso um homem chamado Simão Pedro está hospedado aqui? 

19 Pedro ainda estava pensando na visão, quando o Espírito Santo disse: —Escute! Estão aí três homens procurando você. 

20 Agora apronte-se, desça e vá com eles. Vá tranqüilo porque fui eu que mandei que eles viessem aqui. 

21 Então Pedro desceu e disse aos homens: —Eu sou a pessoa que vocês estão procurando. Por que vieram aqui? 

22 Eles responderam: —Nós fomos mandados pelo comandante Cornélio. Ele é um homem bom, teme a Deus e é muito respeitado por todos os judeus. Um anjo de Deus mandou que ele pedisse a você que fosse até a casa dele para que ele ouvisse o que você vai dizer. 

23 Então Pedro convidou os homens para entrarem, e os hospedou ali naquela noite. No dia seguinte Pedro se aprontou e foi com eles, e alguns irmãos que moravam em Jope também foram. 

24 No outro dia chegaram à cidade de Cesaréia. Cornélio e os parentes e amigos mais íntimos que ele tinha convidado já estavam esperando Pedro. 

25 Quando Pedro ia entrando, Cornélio veio ao seu encontro, ajoelhou-se e curvou a cabeça diante dele. 

26 Mas Pedro fez com que ele se levantasse e disse: —Fique de pé, pois eu sou apenas um homem como você. 

27 Enquanto conversava com Cornélio, Pedro entrou na casa e encontrou muita gente reunida ali. 

28 Então disse a todos: —Vocês sabem muito bem que a religião dos judeus não permite que eles façam amizade com não-judeus ou entrem nas casas deles. Mas Deus me mostrou que eu não devo chamar ninguém de impuro ou de sujo. 

29 Por isso, quando vocês me chamaram, eu vim de boa vontade. Agora quero saber por que foi que vocês mandaram me chamar. 

30 Cornélio respondeu: —Três dias atrás, às três horas da tarde, eu estava orando aqui em casa. De repente, um homem vestido com roupas brancas apareceu na minha frente 

31 e disse: “Cornélio, Deus ouviu as suas orações e lembrou do que você tem feito para ajudar os pobres. 

32 Mande alguém até Jope a fim de buscar Simão, que também é chamado de Pedro. Ele está hospedado na casa de Simão, o curtidor, que mora na beira do mar.” 

33 Então eu mandei chamar você logo, e você fez muito bem em vir. Agora estamos todos reunidos aqui na presença de Deus, prontos para ouvir o que o Senhor mandou você dizer. 

Lição 3. A Religiosidade de Cornélio o fez adorar aos homens, mas Pedro o convida a adorar a Deus, obedecendo sua Palavra. 

E. Após tentar entender o que Deus queria lhe falar com a visão dos animais, Pedro recebe a visita dos homens enviados por Cornélio. Deus estava dirigindo toda a história, e por meio do Espírito Santo, ordenou a Pedro que fossem até a cidade de Cesaréia. No dia seguinte, Pedro vai à casa de Cornélio. Ele havia reunido a família, os parentes e amigos. Ele fez uma reunião como essa nossa de hoje. Cornélio, sempre religioso, se ajoelhou diante de Pedro, como se ele fosse uma espécie de semideus. (25,26) Imediatamente Pedro pede que Cornélio se levante e dizendo: “eu sou homem como você”. Pedro não aceitou que Cornélio se ajoelhasse diante da sua pessoa e considerasse alguém poderoso, especial, digno de adoração. 

I. A Bíblia nos manda adorar, cultuar, orar, somente a Deus. E o nosso Deus tem 3 pessoas: O Pai, o Filho e o Espírito Santo. Não há autorização para adorar a nenhuma outra pessoa, nem a nenhum outro nome em toda a Bíblia. Pedro estava ciente disso e por isso mesmo, impediu Cornélio de pecar, mandando rapidamente que ficasse em pé. 

A. Adorar a Deus é a razão da nossa vida. Mas a Bíblia diz que ele quer exclusividade. E precisamos fazer isso. Não podemos dar aos homens a condição de Deus. Não podemos adorar quem a Bíblia não permite adorar, pois estaremos pecando contra o Senhor.  

Mas vamos ao fim da história 

Pedro prega na casa de Cornélio  

34 Então Pedro começou a falar. Ele disse: —Agora eu sei que, de fato, Deus trata a todos de modo igual, 

35 pois ele aceita todos os que o temem e fazem o que é direito, seja qual for a sua raça. 

36 Vocês conhecem a mensagem que Deus mandou ao povo de Israel, anunciando a boa notícia de paz por meio de Jesus Cristo, que é o Senhor de todos. 

37 Vocês sabem o que aconteceu em toda a terra de Israel, começando na Galiléia, depois que João pregou a sua mensagem a respeito do batismo. 

38 Sabem também como Deus derramou o Espírito Santo sobre Jesus de Nazaré e lhe deu poder. Jesus andou por toda parte fazendo o bem e curando todos os que eram dominados pelo Diabo, porque Deus estava com ele. 

39 Nós somos testemunhas de tudo o que ele fez na terra de Israel, inclusive em Jerusalém. E depois o mataram, pregando-o numa cruz. 

40 Pedro continuou: —Porém Deus ressuscitou Jesus no terceiro dia e, também, fez com que ele aparecesse a nós. 

41 Ele não foi visto por todo o povo, mas somente por nós, que somos as testemunhas que Deus já havia escolhido. Nós comemos e bebemos com ele depois que Deus o ressuscitou. 

42 Jesus nos mandou anunciar o evangelho ao povo e testemunhar que ele foi posto por Deus como Juiz dos vivos e dos mortos. 

43 Todos os profetas falaram a respeito de Jesus, dizendo que os que crêem nele recebem, por meio dele, o perdão dos pecados. 

44 Quando Pedro ainda estava falando, o Espírito Santo desceu sobre todos os que estavam ouvindo a mensagem. 

45 Os judeus seguidores de Jesus que tinham vindo de Jope com Pedro ficaram admirados por Deus ter derramado o dom do Espírito Santo sobre os não-judeus. 

46 Pois eles ouviam os não-judeus falarem em línguas estranhas e louvarem a grandeza de Deus. Então Pedro disse: 

47 —Estas pessoas receberam o Espírito Santo como nós também recebemos. Será que alguém vai proibir que sejam batizadas com água? 

48 Então mandou que aquelas pessoas fossem batizadas em nome de Jesus Cristo. E elas pediram a Pedro que ficasse ali alguns dias. 

Lição 4. A salvação acontece somente quando alguém ouve o Evangelho e crê em Jesus.  

E. Essa linda história termina com a conversão de Cornélio e de todas as pessoas que estavam na sua casa. Eles eram religiosos, eles temiam a Deus, eles oravam e faziam coisas boas. Mas a salvação chegou a eles apenas quando ouviram sobre Jesus Cristo e creram nele. Pedro foi tratado por Deus e impulsionado a pregar. E ele então mostra que Jesus foi morto, foi ressuscitado, que ele era a prova da ressurreição de Jesus, pois almoçou com Jesus depois da ressurreição; também falou que Deus fez de Jesus o juiz dos vivos e dos mortos.  E por fim, ele ensinou que a Bíblia afirma que todos os que cressem em Jesus, receberiam o perdão de seus pecados. Que história linda! Cornélio, sua família e amigos, conscientes de que todos somos pecadores, se renderam a Cristo e Deus lhes concedeu a salvação. Chegaram a falar noutras línguas, para convencer a Pedro, (47), que até os não judeus podiam ser salvos pela fé em Cristo. 

I. A salvação está disponível para todas as pessoas no mundo todo. É sobre isso que essa história nos fala. Embora Deus tenha usado o povo de Israel para servir como guardião da sua Palavra, o Senhor deseja a salvação de todas as pessoas. Mas para ser salvo, é preciso arrepender-se, é preciso reconhecer sua condição de pecador e então se render a Jesus. Crer nele como Salvador e Senhor, aquele que morreu e ressuscitou para dar perdão e vida eterna. 

A. Queridos, diante de nós, essa linda história nos mostra que Deus quer nos salvar em Jesus. É por meio de Cristo que podemos adorar a Deus de verdade. Que ele nos ajude. Amém. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.