|Prega a Palavra

Esta ordem deve ser vivida por todos nós, servos de Jesus Cristo. Creiamos na Bíblia como única autoridade em questão de fé e conduta.

Tudo passa. A Palavra permanece! – 2 Pedro 1.12-21 – Sermão 4

Tudo passa. A Palavra permanece! – 2 Pedro 1.12-21 – Sermão 4

Texto: 2 Pedro 1.12-21

12 Por isso, sempre terei o cuidado de lembrar-lhes estas coisas, se bem que vocês já as sabem e estão solidamente firmados na verdade que receberam.

13 Considero importante, enquanto estiver no tabernáculo deste corpo, despertar a memória de vocês,

14 porque sei que em breve deixarei este tabernáculo, como o nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou.

15 Eu me empenharei para que, também depois da minha partida, vocês sejam sempre capazes de lembrar-se destas coisas.

16 De fato, não seguimos fábulas engenhosamente inventadas, quando lhes falamos a respeito do poder e da vinda de nosso Senhor Jesus Cristo; pelo contrário, nós fomos testemunhas oculares da sua majestade.

17 Ele recebeu honra e glória da parte de Deus Pai, quando da suprema glória lhe foi dirigida a voz que disse: “Este é o meu filho amado, em quem me agrado”.

18 Nós mesmos ouvimos essa voz vinda do céu, quando estávamos com ele no monte santo.

19 Assim, temos ainda mais firme a palavra dos profetas, e vocês farão bem se a ela prestarem atenção, como a uma candeia que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em seus corações.

20 Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal,

21 pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo.

Grande ideia: A palavra de Deus permanece e deve ser despertada, pois foi confirmada na experiência e atestada por Deus. 

INTRODUÇÃO:

                Você está preparado para morrer? Essa é uma pergunta importante, mas antes que você responda, que lhe contar uma história: “Certa feita, um pastor foi visitar um membro da igreja que estava enfermo. O pastor perguntou-lhe: “Irmão, você está preparado para morrer?”. O cristão respondeu: “Não, estou preparado para viver. A casa onde eu moro está desmoronando, mas já estou de malas prontas para me mudar para a Casa do meu Pai”[i].

                Pedro já estava idoso. Ele estava de malas prontas para seu encontro com Cristo no lar eterno, ele estava ciente de sua morte estava próxima. Ainda assim, Pedro sabe que a Palavra de Deus, confiada a ele para ser pregada não morreria com ele, ela continuaria viva ao longo dos anos. Ele a registrou e nós a temos hoje, não como palavras de Pedro, mas como Palavra de Deus a nós. Por isso, afirmamos que a tudo passa, mas a Palavra de Deus permanece eternamente.

                Nas palavras deste apóstolo, encontramos verdades importantes sobre a Palavra de Deus, quero compartilhar as 3 verdades que encontrei:

  1. A PALAVRA DE DEUS DEVE SER DESPERTADA

12 Por isso, sempre terei o cuidado de lembrar-lhes estas coisas, se bem que vocês já as sabem e estão solidamente firmados na verdade que receberam.

13 Considero importante, enquanto estiver no tabernáculo deste corpo, despertar a memória de vocês, 14 porque sei que em breve deixarei este tabernáculo, como o nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou. 15 Eu me empenharei para que, também depois da minha partida, vocês sejam sempre capazes de lembrar-se destas coisas.

                Com toda sua capacidade de observação, veja quantas vezes Pedro fala em lembrar ou trazer algo à memória. Ele cita estas expressões 3 vezes em apenas 4 versos. Lembrar o que ele ensinou era algo muito importante para Pedro.

                Quando um despertador toca, do que você lembra? Seu compromisso.

                Quando olhamos para o verso 12, temos a informação de que os leitores de Pedro não eram crentes imaturos, novatos. Pedro afirma que eles já sabiam das coisas faladas na primeira metade deste capítulo. Para também refrescar nossa memória, Pedro havia falado sobre adicionar qualidades à fé preciosa que recebemos de Deus, visando não somente evitar pecados (tropeços), mas também nos tornar produtivos, não agindo como cristãos cegos que só olham o que está perto, o que é deste mundo, mas gente, cuja mentalidade, está tomada pela eternidade, pela esperança do céu com Cristo.  Os primeiros leitores de Pedro já sabiam dessas verdades. Mas era preciso fazê-los lembrar sempre. O verso 11 fala da entrada das pessoas no reino eterno de Deus, e ele começa o verso 12 com um “por isso”, ou seja, lembrar sobre as qualidades que devemos adicionar à fé é uma necessidade.

                Pedro tem consciência de sua morte iminente. Os versos 13 e 14 prova isso. Mas ele não podia deixar de despertar a memória dos irmãos para estas verdades. A Palavra de Deus continuará firme depois da morte de Pedro. O apóstolo sabe disso, mas sabe também que a nossa memória tende a fraquejar ou a descansar se não for despertada. Uma das frases que lembro bem, do pastor Ruiter Muniz, é que “ele tinha muito medo de se acostumar com o sagrado”. Se acostumar com o sagrado acontece quando você sabe o que a Bíblia diz, mas já não lhe dá credibilidade. Você sabe, mas não acredita mais. E começa a viver uma vida cristã relaxada.          

                A repetição das verdades bíblicas tinha um propósito, expresso no verso 15b, “também depois da minha partida, vocês sejam sempre capazes de lembrar-se destas coisas”. Pedro queria que, depois de sua morte, a igreja permanecesse firme, sendo conhecedora da Palavra e temente às suas verdades.

                Meus irmãos, quando olho para o meu próprio coração, e vejo estas verdades da Palavra, luto comigo mesmo, para que a minha mente não se acostume com a Bíblia a ponto de ser apenas um pregador, mas alguém que não vive o que a Bíblia ensina. Choro quando algo acontece em minha vida que me faz ver que eu sabia o que a Bíblia diz e não dei atenção a ela. As escrituras precisam ser conhecidas sim, por mim e por você, mas acima de tudo elas precisam ser lembradas sempre, e mais, precisam ser vividas. Chore seu pecado, se você conhece a Bíblia, mas ainda te falta vive-la. Clame pelo perdão de Cristo! Chore diante da cruz, sabendo que sua salvação custou sangue, e cada ato falho foi a causa da morte de Jesus. Mas alegre-se pelo perdão de Deus derramado por Cristo em nossos corações. E faça isso, lembrando-se sempre da Palavra que, embora morram os pregadores, continua viva e eficaz para transformar sua vida.

                Pedro também nos ensina outra verdade aqui.

  • A PALAVRA VIVA DE DEUS É CONFIRMADA PELA EXPERIÊNCIA

16 De fato, não seguimos fábulas engenhosamente inventadas, quando lhes falamos a respeito do poder e da vinda de nosso Senhor Jesus Cristo; pelo contrário, nós fomos testemunhas oculares da sua majestade.

17 Ele recebeu honra e glória da parte de Deus Pai, quando da suprema glória lhe foi dirigida a voz que disse: “Este é o meu filho amado, em quem me agrado”.

18 Nós mesmos ouvimos essa voz vinda do céu, quando estávamos com ele no monte santo.

                Uma das acusações que sempre ouvi em minha vida, é que nós, os crentes, estamos dando ouvidos a um livro velho, com um texto escrito por homens. Parece que esta acusação acontecia na época de Pedro. Ele estava se referindo, é claro, ao Antigo Testamento, a Bíblia que dispunha, à qual Jesus também conheceu e chamou de Escritura, bem como às cartas e evangelhos sua época. Pedro precisa lembrar aos irmãos que a nossa fé não se baseia em fábulas, em histórias inventadas por mentes criativas. As coisas que ele ensinava sobre Cristo eram fruto de sua experiência. Ele foi testemunha ocular. É interessante esta frase. Os autores dos Evangelhos, tais como Marcos e Lucas, escreveram o que puderam ouvir e pesquisar sobre o assunto, mas Pedro esteve com Jesus. Ele fala como alguém que andou com Cristo, que ouviu os ensinos da própria boca de Jesus. Que coisa maravilhosa. Temos uma carta de alguém que viveu com o nosso salvador!

                Pedro faz menção no verso 17, do batismo de Jesus, quando uma voz afirmou que Jesus era seu filho. Jesus e João Batista, que o batizava, ouviram a voz. Alguém poderia dizer que ele não estava lá, apenas ficou sabendo. Mas Pedro continua – Nós mesmos ouvimos essa voz! Agora ele está se referindo ao momento da transfiguração, registrado em Mateus 17.1-13. Pedro, Tiago e João viram Jesus se transfigurar, viram a glória de Deus, ouvindo Deus repetir que Jesus era seu filho amado e que deviam ouvi-lo, viram Moisés e Elias conversando com Jesus. E Pedro até propôs a construção de tendas para eles, pois estava apavorado e nem sabia o que dizer. Mas ele ouviu Deus falar. Que experiência! Mas, que confirmação excelente de que Jesus era de fato o messias, o salvador. Os ensinos do Velho testamento que Pedro havia estudado desde a infância, agora estava se cumprindo e Deus, o próprio Deus, confirmando toda sua Palavra.

                Não podemos duvidar das Escrituras! Elas foram confirmadas pelo próprio Deus! Ainda hoje, experimentamos as verdades da Palavra de Deus na nossa própria vida. Em cada momento da vida, aqueles que amam, conhecem e vivem a Palavra, se tornam tementes a Deus e obedientes à Palavra, e descobre que ela funciona!

  • A PALAVRA DE DEUS DEVE SER VIVIDA POIS VEIO DE DEUS.

19 Assim, temos ainda mais firme a palavra dos profetas, e vocês farão bem se a ela prestarem atenção, como a uma candeia que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em seus corações.

20 Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal,

21 pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo.

                Ao sair da experiencia de ver Jesus se transfigurar no monte e ouvir Deus afirmando que Jesus era o seu filho e que eles deviam obedecê-lo, por mais que Pedro tenha tido falhas, essa palavra não lhe saiu da mente. Agora no verso 19, ele confessa que agora olhava para as Escrituras e sabia que os profetas não mentiram nem inventaram nada. Era tudo verdade! Suas Palavras eram firmes! E, já que tudo que disseram é verdade, só uma coisa a ser feita. Prestem atenção ao que elas dizem! É isso que precisamos fazer, dar atenção à Bíblia! Crer nela como a palavra de Deus e obedecê-la, exatamente por ser a Palavra de Deus!

                A comparação de Pedro no verso 19 é linda! A Palavra é como “uma candeia que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em seus corações”. Sem a palavra estamos em trevas! Sem a Bíblia, vivemos à nossa própria maneira, e sempre pecando e ofendendo a Deus. Mas, pela santa Palavra somos purificados, iluminados, saímos das trevas, da escuridão, e seremos conduzidos ao dia perfeito, o dia do nosso encontro com Jesus nos ares, o dia de nossa entrada na eternidade.

                Pedro nos lembra que os homens que escreveram a Bíblia foram usados por Deus, por meio do Espírito Santo, Deus falou o que os autores bíblicos deviam escrever, na veio da interpretação humana, muitos escreveram de coisas que, nem eles mesmos entendiam à época, já que sua aplicação se deu em Cristo.

                Mas uma coisa é fato. Essa Palavra permanece, ela é viva e deve ser vivida por mim e por você.

APLICAÇOES:

                A palavra de Deus permanece e deve ser despertada, pois foi confirmada pela experiência e atestada por Deus.

                Se temos diante de nós uma coletânea de escritos que Deus ditou e que tem se confirmado ao longo da história, temos alguns posicionamentos para tomar:

  1. Conheça esse livro. Leia-o todos os dias, repita a leitura, se aprofunde no conhecimento das Escrituras. Cada dia você será alimentado.
  2. Lembre-se dos ensinos bíblicos. A palavra tem que ser lembrada e você precisa se exercitar nisso, tomando cuidado para não deixar sua mente descansar neste conhecimento e isto não causar transformação na sua vida.
  3. Experimente a Palavra. Viva o que ela ensina.
  4. Confie na Palavra! Ela funciona.
  5. Deus te abençoe.

[i] LOPES, Hernandes Dias – 2Pedro e Judas: quando os falsos profetas atacam a Igreja / Hernandes Dias Lopes. — São Paulo : Hagnos, 2013. Pág. 46.

admin