|Prega a Palavra

Esta ordem deve ser vivida por todos nós, servos de Jesus Cristo. Creiamos na Bíblia como única autoridade em questão de fé e conduta.

Crescer em Cristo para vencer o Falso Evangelho – Macroexposição de 2 Pedro – Sermão 1

Crescer em Cristo para vencer o Falso Evangelho – Macroexposição de 2 Pedro – Sermão 1

2 Pedro 3.18

18 ​antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno.

Grande Ideia do Livro: Conhecer e crescer no conhecimento de Cristo traz segurança pessoal e vitória contra o falso evangelho.

INTRODUÇÃO:

                Se você gosta de filmes, já deve ter passado por alguma cena em que duas pessoas iguais aparecem e uma terceira pessoa tem que descobrir qual é a verdadeira. Para saber isso, geralmente, a pessoa se prende a algum detalhe. Uma palavra ou expressão que a pessoa verdadeira não falaria; algum detalhe na aparência que somente a pessoa verdadeira tem; ou ainda, uma história em que somente a pessoa verdadeira saberia contar. Em todos estes casos que citei, uma coisa foi necessária para se identificar a pessoa verdadeira – conhece-la muito bem, conhece-lo intimamente.

                É disso que trata a 2ª carta de Pedro. Era por volta do ano 67 depois de Cristo, Pedro estava perto da sua morte, a tradição diz que foi crucificado de cabeça para baixo, pois não se sentiu digno de ser crucificado como Jesus, o seu senhor e salvador. A igreja estava debaixo de muita perseguição pelo imperador Nero. Viver Cristo era um desafio! Era arriscado! Quem se dissesse cristão poderia ser preso, colocado para disputar a vida com leões no Coliseu, ou mesmo ser queimado vivo num poste servindo de lâmpada para as cidades.

                O evangelho exigia uma mudança de vida. Diante da possibilidade da morte, somente os fiéis a Cristo conseguiriam ficar firmes. No entanto, havia um perigo iminente. Falsos pregadores estavam começando a se infiltrar nas igrejas. Eles ensinavam heresias, um evangelho mais fácil, mais mundanizado, que facilitaria a vida das pessoas na sociedade e diminuiria os riscos da perseguição. Muitos poderiam ceder a esses apelos de viver uma fé diminuída pelos interesses humanos e pecaminosos.

                Pedro já havia escrito uma carta para os cristãos peregrinos, dispersos pela região da Ásia, pelas colônias romanas há alguns anos atrás. Agora, os perigos aumentavam. Era preciso escrever outra carta. Havia 3 propósitos de Pedro nesta carta:

1. Deus havia provido tudo que precisavam saber para a confirmação da sua fé.

                Era preciso despertar aqueles irmãos para a importância de uma vida cristã autêntica, cheia do conhecimento de Cristo, para que eles não fossem enganados. (1.3-11) Era hora daqueles irmãos tomarem posse de todas as coisas que Deus havia provido para que crescessem na fé; e ficarem firmes nas promessas de Cristo e das Escrituras. (1.12-21).

                Se eram salvos, deviam dar frutos que comprovassem sua condição espiritual diante de Deus. Isso os tornariam mais seguros de sua vida cristã. (1.8-9).

                Era preciso, como salvos por Jesus, se livrarem dos pecados, (1.4), e desenvolver a fé cristã, trabalhando para que a esta fé, fossem acrescidas mais pontos importes, vida moral ajustada, conhecimento de Deus e sua palavra, autocontrole, vida controlada e dirigida pelo Espírito de Deus.

                Os crentes deviam dar atenção à Santa Palavra de Deus. Afinal, ela não havia sido produzida pelo interesse pessoal de alguém, mas foi produzida por homens santos, que falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo. (1.21).

                Conhecer a Cristo era dar atenção e valor às Escrituras. Apropriar-se da fé, inclui conhecer e conhecer muito bem a Cristo e sua palavra.

                Mas porque a igreja tinha que buscar esse conhecimento?

2. Conhecer a Cristo torna mais fácil rejeitar os falsos mestres e seus falsos ensinos.

                No capitulo 2, Pedro vai nos apresentar os falsos mestres. Pessoas que se infiltram nas igrejas para desvirtuar a fé e desviar pessoas. Eles são comparados aos falsos profetas do Velho Testamento. Enquanto os profetas eram homens de Deus com a mensagem de Deus, esses falsos mestres se faziam de sábios, e suas mensagens eram humanistas.

                No passado, os falsos profetas negavam a Deus Yaweh, e os falsos mestres negavam e repudiavam a Jesus como Deus, e desdenhavam de sua morte.

                Pedro mostra em 2.2-3 “2 ​E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; 3 ​também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme.” Vejam que Pedro mostra que apesar de alcançarem sucesso com a pregação de vida desregrada, Deus os julgaria e esse juízo estava próximo.

                Pedro mostrou como Deus tratou os anjos e os homens, antes e depois do dilúvio, como Deus os julgou e puniu (2.4-6). Mas também apresentou o Deus gracioso que salva aqueles que acham graça aos seus olhos, como fez livrando a Ló.

                Pedro descreve os falsos chamando-os de insubmissos, imorais, insaciáveis, ignorantes, ilusórios. O pecado os leva para uma situação terrível. E aqueles que, mesmo nas igrejas, seguem a pessoas assim, Pedro diz que 20 ​Portanto, se, depois de terem escapado das contaminações do mundo mediante o conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, se deixam enredar de novo e são vencidos, tornou-se o seu último estado pior que o primeiro.  21 ​Pois melhor lhes fora nunca tivessem conhecido o caminho da justiça do que, após conhecê-lo, volverem para trás, apartando-se do santo mandamento que lhes fora dado. 22 ​Com eles aconteceu o que diz certo adágio verdadeiro: O cão voltou ao seu próprio vômito; e: A porca lavada voltou a revolver-se no lamaçal.

                Sim, Pedro mostra que quem se afasta da verdade bíblica é comparado aos dois animais mais imundos para os judeus (o porco e o cachorro).

                Era preciso se fortalecer na fé e na palavra, mas como?

3. Fortalecer a convicção da volta de Cristo como fonte de esperança e fé.       

                Pedro está interessado que aqueles irmãos buscassem crescimento em Cristo, o conhecessem mais de perto, intimamente, para logo e facilmente identificar as pessoas falsas e os ensinos falsos. A volta de Cristo precisava ser uma verdade no coração daqueles irmãos, porque os falsos mestres tentariam negá-la, eles zombariam desta verdade, eles fariam com que a mensagem do evangelho fosse apenas para esta vida e retirando do evangelho a sua perspectiva eterna.

                Pedro vai destruindo o argumentos deles no capítulo 3. 3 ​tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões 4 ​e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.  5 ​Porque, deliberadamente, esquecem que, de longo tempo, houve céus bem como terra, a qual surgiu da água e através da água pela palavra de Deus,  6 ​pela qual veio a perecer o mundo daquele tempo, afogado em água. 7 ​Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios.

                Para que a verdade de Cristo seja colocada nos corações, a igreja precisava se empenhar em 3 coisas importantes: ser achados em paz (v.14); irrepreensíveis (v14); Era preciso conhecer bem a Deus (v.15, e 16); se prevenir dos falsos para não cair, mas crescendo na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.

CONCLUSAO:

                Conhecer e crescer no conhecimento de Cristo traz segurança pessoal e vitória contra o falso evangelho.           

                Vamos ver muitos ensinos maravilhosos nesta 2 carta de Pedro. Participe. Leia esta carta em sua casa. Deixe Deus falar ao seu coração.

                Tome posse das verdades bíblicas pela fé e ação do Espírito Santo em seu coração, sendo produtivo, vivendo e compartilhando o evangelho.

                Livre-se das heresias e dos falsos pregadores, conhecendo o que é verdadeiro para identificar rápido o que é falso.

                Cresça na graça e conhecimento de Jesus.                 Deus  nos abençoe.

admin