1 Pedro 1.17-21 O Sangue de Cristo é o preço da nossa esperança!

EXPOSIÇÃO DE 1 PEDRO

TEMA GERAL: “Em meio às lutas da vida, Cristo é a nossa esperança”

Sermão 4 – O sangue de Cristo é o preço da nossa esperança!

 

1 Pedro 1.17-21

17 Uma vez que vocês chamam Pai aquele que julga imparcialmente as obras de cada um, portem-se com temor durante a jornada terrena de vocês.

18 Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver que lhes foi transmitida por seus antepassados,

19 mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito,

20 conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês.

21 Por meio dele vocês crêem em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e o glorificou, de modo que a fé e a esperança de vocês estão em Deus.

 

GRANDE IDEIA: A boa conduta do cristão revela temor a Deus, reconhecimento do sacrifício de Jesus e motivação para a fé e a esperança!

 

INTRODUÇÃO:

 

Na semana passada, falamos que o crente deve refletir o caráter de Deus no seu cotidiano. Pedro, nesta carta convidou a todos os crentes à se lembrarem que, em meio ao sofrimento, ás lutas da vida, Cristo é a nossa esperança! Nele nos alegramos! Nele nos fortalecemos! Nele temos condições de enfrentar toda e qualquer situação.

Na passagem que lemos hoje, somos convocados a agir de modo correto em nossa vida, a viver de maneira que o pecado não seja mais nosso companheiro. Somos convidados a repensar nossas atitudes. Mas vale a pena viver de maneira a abandonar o pecado, a combater contra ele e procurar viver uma vida para a glória de Deus? Vale a pena sofrer pela fé que um dia abraçamos?

Vamos fazer essa reflexão no texto de hoje. Mas antes, quero convidar você a assistir a um vídeo. (https://www.youtube.com/watch?v=Zd_K86U0ZOg).

 

Transição: Nosso texto nos leva a uma pergunta importante: Porque devemos nós, os salvos por Jesus, ter uma conduta saudável?

 

 

 

  1. PORQUE CONDUTA SAUDÁVEL REVELA TEMOR A DEUS.

17 Uma vez que vocês chamam Pai aquele que julga imparcialmente as obras de cada um, portem-se com temor durante a jornada terrena de vocês.

 

Sabemos pelo ensino geral da Bíblia que a salvação é de graça e pela graça de Jesus Cristo. Que não somos salvos pelas coisas que fazemos, mas pela ação de Jesus Cristo, oferecendo-se a si mesmo para morrer em nosso lugar e pela sua ressurreição.

Então, porque se fala tanto na igreja sobre a conduta? Sobre o modo de ser e do agir correto? Se somos salvos gratuitamente em Cristo, mesmo sendo pecador, porque me preocupar com isso? Paulo escreveu um capitulo inteiro em Romanos para falar sobre isso. Em Rm 6 ele nos mostra que o crente, já que foi salvo, precisa viver para agradar ao seu salvador e Senhor.

Pedro nos lembra no verso 17 que quando agimos corretamente, quando nos esforçamos para uma vida justa, uma vida exemplar, estamos demonstrando nosso temor a Deus. Em seu argumento, Pedro explica que se você chama de Deus de Pai, deve se lembrar que este pai é o juiz de toda a terra, e que este juiz não é parcial, nem corrupto. Ele não vai tratar a uns de um jeito e a outros de outra forma. Ele não vai aceitar suborno para livrar a nossa pele. Se não temos mais a condenação do inferno, isto não significa dizer que não temos mais a punição pelos nossos erros e pecados.

Somos mais sábios quando adotamos um princípio para a vida – temer ao Senhor! É basicamente sobre isso o que temos no livro de Provérbios desde o primeiro capítulo.

Meus irmãos, se você é um crente em Cristo, o céu lhe está garantido de graça, você não pagará jamais por isso. Mas cada vez que você peca, Deus age para corrigir você, que agora é filho de Deus, pela sua fé em Jesus.

Nosso pai celestial é um pai maravilhoso. Ele é bondoso. Ele nos dá tudo que precisamos. Ele nos sustenta. Ele nos ama. Ele é um pai presente. Mas ele também nos castiga, visando nossa restauração. Ele nos instrui pela sua Palavra, a Bíblia, e nos corrige. Ele usa irmãos em Cristo para fazer esta correção, muitas vezes. O objetivo da disciplina bíblica é tornar você mais parecido com Jesus.

Assim como o ferreiro esquenta o aço o fogo e dá muita marretadas para que posso produzir uma lâmina funcional, assim é a nossa vida nas mãos do Senhor. Ele irá nos corrigir, nos disciplinar. Muitas das vezes iremos sofrer para que o resultado seja produtivo, traga alegria ao nosso coração e traga glória para o nome de Cristo.

Mas além do temor a Deus, Pedro no dá mais uma resposta à pergunta: Porque os salvos devem ter uma boa conduta?

 

  1. PORQUE CONDUTA SAUDÁVEL REVELA NOSSO RECONHECIMENTO DO SACRIFICIO DE CRISTO.

18 Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver que lhes foi transmitida por seus antepassados,

19 mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito,

20 conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês.

Há uma canção que na sua parte final diz: “Não saberei quanto custou os meus pecados lá cruz”.

Pedro continua afirmando que os que vivem neste mundo para servir a Senhor, viverão de modo a honrar o seu Senhor, sofrerão o que tiver de sofrer para que Cristo seja exaltado. Mas porque farão isso? Porque sabem que a sua salvação não foi alcançada pelos méritos próprios, por praticarem boas ações, como ajudar os pobres, ou visitar alguém na cadeia, ou visitar uma pessoa doente. Todas estas práticas são excelentes, mas não são práticas capazes de tirar o homem pecador da condenação do inferno. Não há possibilidade de você comprar a sua salvação.

Veja no verso 18, invertendo a ordem, começando do fim, que as pessoas antes de crerem em Cristo, tinham uma maneira vazia de viver. Eles aprenderam isso das pessoas que vieram antes delas. Como se não bastasse o pecado original, aquele que é inerente à raça humana, todos nós crescemos ao lado de pessoas pecadoras. Elas xingam, falam palavrões, elas enganam e são enganadas, elas cometem imoralidade de todo tipo, elas mentem, elas ofendem e são ofendidas, elas maltratam e são maltratadas, elas sofrem e fazem outros sofrerem, tudo por causa de seus pecados. E, nós, vamos crescendo ao redor dessas pessoas, seja de casa, seja de fora de casa, e vamos aprendendo a evidenciar o pecado que já estava em nosso coração, praticando tudo que desagrada a Deus. Então em algum momento da vida, a gente acha que se fizermos algum ato de bondade, Deus vai aceitar nossa vida. Alguns acham que se doarem algum dinheiro na igreja, ou à pessoas pobres, Deus vai salvá-los por isso. Ah meus queridos, leiam de novo o verso 18. Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver. Sim, meus irmãos, não é com dinheiro que a nossa vida será salva. Não serão com atos pessoais de bondade. Mas somos salvos pelo precioso sangue de Jesus Cristo, derramado na cruz do calvário, pagando o preço pelos nossos pecados.

Pedro afirma que como um cordeiro sem mancha nem defeito, do jeito que a lei judaica prescrevia para o sacrifício no templo, Jesus se ofereceu em nosso lugar. Aquele que existia antes da fundação do mundo, O Deus filho, soberano e eterno. Ele humilhou-se a si mesmo, esvaziou-se de sua glória, tomou a forma de homem e foi obediente até a morte, e morte de cruz. Tudo por minha causa. Tudo por sua causa. Sim, o seu sangue nos purificou de todo pecado. Sim, vai valer a pena viver aqui para a gloria do Senhor. Porque já valeu a pena saber que, pela sua morte e ressurreição, temos a garantia de habitar com ele eternamente.

Quando um crente age de forma pecaminosa e não se arrepende, ele mostra que não reconheceu o sangue precioso de Jesus derramado em seu favor. Quanto um crente age de forma desobediente ao que ensina a Bíblia, ele mostra que não reconheceu, não compreendeu ainda o sacrifício de Cristo. Essa pessoa precisa de arrependimento. Talvez precise de salvação.

Pedro continua: Porque devemos, nós, os salvos por Jesus ter uma boa conduta?

 

  1. PORQUE CONDUTA SAUDÁVEL NOS MOTIVA À FÉ E À ESPERANÇA

21 Por meio dele vocês crêem em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e o glorificou, de modo que a fé e a esperança de vocês estão em Deus.

 

Olhe para mim agora! Quando você peca, quando você faz algo errado, sua fé e sua esperança em Deus aumentam? Quando você vê alguém vivendo uma vida toda errada, e então os problemas começam a aparecer, você vê essa pessoa pecaminosa, dando demonstração de fé e de esperança em Deus?

A resposta sempre será NÃO. Sabe que por quê? Porque quando temos uma conduta pecaminosa, errada, a nossa tendência é o afastamento de Deus e da igreja.

Se alguém se afasta do culto a Deus por alguma coisa que ele não tenha gostado, essa pessoa está se tornando mais parecida com Jesus? Ele está agindo para glória de Deus se afastando das pessoas e da igreja?

Peço que notem o verso 21. Pedro afirma que é por meio de Jesus que nós cremos em Deus. Geralmente as pessoas dizem crer em Deus, mas não crêem em Jesus. Mas Pedro inverte a informação. É por meio de Jesus que podemos crer em Deus, o que significa isso? Em João 14, no verso 1 e no verso 6, temos uma luz sobre isso. Jesus afirmou que as pessoas criam em Deus, mas que deviam também crer nele. E a explicação ele dá no verso 6. Ele é o caminho, a verdade e a vida, e ninguém chega ao Pai se não passar por Jesus.

Para alguém crer em Deus do jeito correto, terá que crer em Jesus primeiro. E quando alguém entende o que Cristo fez por ele, sua vida é transformada, ele deseja fazer as mudanças de comportamento necessárias para alegrar o coração daquele que o salvou. E quando sabemos que estamos no centro da vontade Deus, nosso coração se enche de fé e esperança. É uma sequencia lógica. É certeza de crescimento espiritual. Tudo começa com Cristo, tudo continua por meio de Cristo.

 

 

CONCLUSÃO:

A boa conduta do cristão revela temor a Deus, reconhecimento do sacrifício de Jesus e motivação para a fé e a esperança!

                O Sangue de Jesus Cristo é o preço da nossa esperança!

Não importam as lutas, as provações, as enfermidades, os problemas, nada disso nos separará do amor de Deus que está em Cristo Jesus. Pelo contrário, Deus continuará moldando nossos corações pela sua Palavra. E ao sermos obedientes, nosso caráter será forjado para parecer com o caráter de Jesus.

Nossa boa conduta irá revelando nosso temor a Deus, revelará o quanto reconhecemos o sacrifício que Jesus fez para nos salvar e nos conduzir em santidade de vida, e nos motivará à fé e a esperança. Pois quando fazemos o que é correto, temos a certeza da aprovação de Deus.

Contudo, devemos lembrar. Sua salvação está garantida em Cristo. O viver correto é para glorificar ao Senhor em tudo. É para mostrar que vai valer a pena, cada dia vivendo com Jesus.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *