|Prega a Palavra

Esta ordem deve ser vivida por todos nós, servos de Jesus Cristo. Creiamos na Bíblia como única autoridade em questão de fé e conduta.

1 Pedro 1.3-12 Salvação – A nossa Esperança!

1 Pedro 1.3-12 Salvação – A nossa Esperança!

EXPOSIÇÃO DE 1 PEDRO

TEMA GERAL: “Em meio às lutas da vida, Cristo é a nossa esperança”

Sermão 2 – Tema: Salvação – a nossa esperança!

 

Texto: 1 Pedro 1.3-12

3 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Conforme a sua grande misericórdia, ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,

4 para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor. Herança guardada nos céus para vocês

5 que, mediante a fé, são protegidos pelo poder de Deus até chegar a salvação prestes a ser revelada no último tempo.

6 Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação.

7 Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado.

8 Mesmo não o tendo visto, vocês o amam; e apesar de não o verem agora, crêem nele e exultam com alegria indizível e gloriosa,

9 pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas.

10 Foi a respeito dessa salvação que os profetas que falaram da graça destinada a vocês investigaram e examinaram,

11 procurando saber o tempo e as circunstâncias para os quais apontava o Espírito de Cristo que neles estava, quando lhes predisse os sofrimentos de Cristo e as glórias que se seguiriam àqueles sofrimentos.

12 A eles foi revelado que estavam ministrando, não para si próprios, mas para vocês, quando falaram das coisas que agora lhes foram anunciadas por meio daqueles que lhes pregaram o evangelho pelo Espírito Santo enviado do céu; coisas que até os anjos anseiam observar.

 

Grande ideia: A nossa salvação em Cristo produz esperança e alegria, pois é cumprimento do plano eterno de Deus!

 

INTRODUÇÃO:

Vídeo sobre a igreja sofredora https://www.youtube.com/watch?v=0VSMXZ4WQ4M

                Este vídeo mostra como existem igrejas sofrendo noutros países, sendo perseguidos, maltratados, e muitos condenados à morte.

No Brasil, ainda estamos vivendo a liberdade religiosa. Os Evangélicos brasileiros chegam a pouco mais de 30% da população brasileira. Mas o pecado, liberalismo teológico, o posicionamentos das filosofias e ideologias de nosso tempo tem gerado pessoas que querem, com suas ideias, desconsiderar todas as regras dadas por Deus nas Escrituras. Eles estão dizendo que devemos fazer um releitura da Bíblia, mas esta palavra não esta significando que vamos ler a Bíblia mais uma vez, para eles, releitura indica, desconsiderar os ensinos da Bíblia e fazer a adaptação do que sobrar a este mundo tenebroso e iniquo.

Assim, de modo velado, escondido, estamos começando a vivenciar a perseguição religiosa também no Brasil. A mais recente e polêmica foi a revista Veja que publicou a matéria: “Essa gente incômoda”, referindo-se aos cristãos evangélicos, dizendo que estamos sendo vistos com crescente horror pela gente de bem do Brasil. A Rede Globo, e algumas marcas de produto, como a OMO, O Boticário, e outras, tentam colocar a sociedade contra os pensamentos bíblicos cristãos. Ao que parece, as coisas tendem a piorar.

Em meio a tudo isso, ficamos a perguntar? Como ser feliz sendo um cristão nos dias de hoje?

Pedro nos responde nesta sua primeira carta, pois a igreja de sua época passava por perseguições muito piores que as nossas. Mas ainda assim, Pedro afirma que nossa alegria está na salvação que recebemos em Cristo. Nesta salvação, temos alegria, esperança e a certeza de que Deus, desde a eternidade, controla a história e nos conduz para sua glória eterna em Cristo.

Há, portanto, 3 considerações a serem feitas sobre a nossa salvação nesta passagem. Vamos a elas:

 

  1. A NOSSA SALVAÇÃO EM CRISTO PRODUZ ESPERANÇA VIVA!

3 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Conforme a sua grande misericórdia, ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,

4 para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor. Herança guardada nos céus para vocês

5 que, mediante a fé, são protegidos pelo poder de Deus até chegar a salvação prestes a ser revelada no último tempo.

Pedro inicia o verso 3 bendizendo a Deus Pai. O Deus supremo é digno de todo louvor, honra, glória e adoração. Ele é único. A igreja sofria perseguições indizíveis. Mas o foco de Pedro está em Deus e não no homem. Ele começa com Deus, ele nos convida a pensar em Deus e não nos problemas que nos afligem. Ele nos convida a exaltar ao Senhor, ao invés de lamentar a vida. Mas porque isto?

Porque Deus é grande em misericórdia. A fonte da nossa salvação é o Senhor. Não podemos perder de vista de que a salvação somente é possível porque Deus a planejou e gratuitamente nos concedeu por meio de Jesus Cristo.

Ele nos regenerou. A iniciativa, o poder que transforma, o novo nascimento de cada crente é fruto da ação do Espírito de Deus. João 1.12 afirma que a todos quantos receberam a Jesus “deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome”. O poder do novo nascimento nos foi dado pelo Espírito de Deus, quando nós decidimos depositar em Cristo a nossa fé.

Pedro continua afirmando que a regeneração, o novo nascimento tem 2 propósitos: 1. para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos. Sim, quando cremos na realidade da ressurreição, temos nossa esperança fortalecida. A ressurreição é a garantia de que nosso trabalho para o Senhor não é vão. Ele tem propósito. Nossa esperança não morreu na cruz, nossa esperança está viva, e tem nome, é Jesus Cristo.

O segundo propósito de Deus, é que fomos regenerados: 4 para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor. Herança guardada nos céus para vocês 5 que, mediante a fé, são protegidos pelo poder de Deus até chegar a salvação prestes a ser revelada no último tempo. Pedro nos ensina que crer em Cristo tem recompensa futura. Crer em Cristo neste mundo, nos conduz a receber de graça a herança da salvação, o céu, a eternidade com Cristo. Essa herança tem características maravilhosas: ele não poderá perecer, que não se estraga. Além disso, é uma herança que não pode ser pode ser maculada, ou seja, não pode ser manchada, é absolutamente limpa, nada que a faça estragar; e, por fim, nossa herança não perderá seu valor, na sua versão aparece a palavra imarcescível, que significa, inalterável. Como o ouro que, mesmo com o passar dos anos, não perde seu valor. Assim, é a herança eterna reservada para quem creu em Cristo, como salvador e senhor da vida.

Queridos, Pedro ainda continua, afirmando que a nossa herança está guardada. A salvação não se perde, pois Deus é quem nos garante isso. Ela está guardada para nós, os que, mediante a fé, são protegidos pelo poder de Deus. Ou seja, a fé a maneira que temos de tomarmos posse desta esperança.

E como essas palavras aumentam nossa esperança, pois aqui temos a garantia de sermos protegidos por Deus quando cremos nele e a certeza de que nossa salvação será consumada na volta de Cristo.

Ah meus irmãos. Não importam as lutas da vida! Não importa quanta dor você tem sofrido! Aqui temos a afirmação bíblica de que Deus cuida de nós, de que ele tem nos preparado para a nossa habitação celestial. Ainda que morramos, sabemos para onde iremos, por causa de Cristo.

 

  1. A NOSSA SALVAÇÃO EM CRISTO, MESMO EM MEIO ÀS PROVAÇÕES, PRODUZ ALEGRIA.

6 Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação.

7 Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado.

8 Mesmo não o tendo visto, vocês o amam; e apesar de não o verem agora, crêem nele e exultam com alegria indizível e gloriosa,

9 pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas.

Pedro nos convocam à adoração, à exultação, à alegria.  Nossa salvação está garantida. Nossa esperança está viva com Cristo. Mas a igreja sofria. As perseguições aumentavam. Crentes estavam sendo espancados e mortos. Como ele pode falar de alegria? Pedro nos mostra um novo entendimento de nosso sofrimento. Eles são provas! No verso 6, Pedro nos comunica que ficaremos entristecidos temporariamente por todo tipo de provação. Deus está nos testando. Ele nos quer crentes aprovados. Até quando você resistirá mantendo-se fiel a Cristo?

Ah meus irmãos, e Pedro sabe muito bem do que está falando! Ele passou por duras provas. Ele falhou quando negou a Jesus, dizendo que não o conhecia e que não era um seguidor de Cristo, quando Jesus foi preso e condenado à morte. Ele sabia dos riscos de assumir sua fé. Mas foi restaurado à uma fé sólida. Diante dos governantes, mesmo sendo açoitados, Pedro e outros apóstolos estavam felizes de terem sido dignos de apanharem pelo nome de Jesus. A tradição diz que Pedro morreu crucificado de cabeça para baixo.

A provação dói (devam ser entristecidos). Mas produz glória. Deus nos concede sua graça para enfrentarmos toda e qualquer situação, na promessa bíblica de que nada nem ninguém nos poderá separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

No verso 7. Pedro afirma que os que sofrem e permanecem firmes, possuem fé extremamente valiosa. A dor será transformada louvor, glória e honra, quando Cristo for revelado.

A dor é grande e inevitável, quando seguimos a Cristo fielmente. Estou falando de dor causada pela provação da fé, não o castigo pelo seu pecado.

Mas quando esta dor da provação vier, há 3 passos importantes a serem dados, já que você tem certeza da salvação, a sua esperança está viva: 1. Ame a Cristo. Mesmo sem vê-lo. Ame-o. Ele ama você. 2. Creia em Cristo. Ele se prometeu presente. Ele disse que estaria com você todos os dias. Ele disse que faria de você herdeiro do céu. Creia nele. 3. Alegre-se em Cristo. Alegre-se com alegria indizível e gloriosa. Faça de Cristo a motivação do seu sorriso todos os dias. Você, pode seguir fazendo estas coisas em meio às lutas da vida, porque você está alcançando o alvo da sua fé, a salvação da sua alma.

De que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma. Então, ame a Jesus, creia em Jesus, alegre-se em Jesus.

 

  1. A NOSSA SALVAÇÃO EM CRISTO SEMPRE FOI O PLANO DE DEUS.

10 Foi a respeito dessa salvação que os profetas que falaram da graça destinada a vocês investigaram e examinaram,

11 procurando saber o tempo e as circunstâncias para os quais apontava o Espírito de Cristo que neles estava, quando lhes predisse os sofrimentos de Cristo e as glórias que se seguiriam àqueles sofrimentos.

12 A eles foi revelado que estavam ministrando, não para si próprios, mas para vocês, quando falaram das coisas que agora lhes foram anunciadas por meio daqueles que lhes pregaram o evangelho pelo Espírito Santo enviado do céu; coisas que até os anjos anseiam observar.

A parte final da nossa passagem, versos 10-12, nos afirmam que Deus planejou a sua salvação, pela sua fé em Jesus Cristo, ainda na eternidade, antes que este mundo existisse. Deus revelou parcialmente este plano aos profetas do Antigo Testamento. Aqui Pedro está unindo as Escrituras do Antigo Testamento com os fatos do Novo Testamento em nos revelando como Deus dirigiu a história da humanidade visando que hoje fôssemos salvos por Jesus.

Pedro afirma que fizeram perguntas, queriam saber sobre esta salvação destinada a nós. Eles trabalharam como nossos servos, foram comprometidos com o Senhor, para anunciar a salvação que a nós obtivemos pelo sacrifício de Jesus na cruz. Aqueles profetas procuraram saber os tempos, as circunstâncias da nossa salvação. É interessante notar que, apesar a inspiração do Espírito Santo, Deus os instigou ao Estudo, à pesquisa, para produzirem as Escrituras que chegou a nós.

Os profetas predisseram os sofrimentos e a glória de Jesus Cristo. De modo que, quando ele veio, quem conhecesse as Escrituras, pudessem crer nele, como filho de Deus vivo, o nosso salvador.

Os profetas falaram e pregaram uma salvação que viria depois da existência deles. O que eles predisseram, o que para eles era promessa, para nós se transformou em fatos, em cumprimento. “O evangelho engloba a mensagem profética junto com o seu cumprimento. E a boa nova de que a salvação tão ansiosamente esperada é uma realidade, a partir da morte e da ressurreição de Cristo. Pedro diz que até mesmo os “anjos anelam perscrutar” a respeito desta salvação. Os anjos estão ao redor do trono de Deus, são mensageiros enviados por ele para servir àquele que herda a salvação (Hb 1.14), regozijam-se quando um pecador se arrepende (Lc 15.7,10) e reúnem os eleitos no dia do julgamento (Mt 24.31). Apesar disso, seu conhecimento sobre a salvação humana é incompleto, pois anseiam observar os mistérios da salvação”(HDL).

 

CONCLUSÃO:

A nossa salvação em Cristo produz esperança e alegria, pois é cumprimento do plano eterno de Deus!

Em meio às lutas da vida, Cristo é a nossa esperança!

Que você ame, creia e se alegre em Jesus. Amém.

admin

5 Comentários

Marcos Publicado em7:08 pm - janeiro 6, 2019

Deus seja louvado!

    admin Publicado em9:09 pm - fevereiro 8, 2019

    Amém! Obrigado por visitar nosso site. Deus o abençoe.

      Gessiane Publicado em3:45 am - julho 14, 2019

      Glóriaaaa seja dado ao Nosso Senhor Jesus!!!!

Sueudo costa Publicado em7:41 pm - abril 2, 2019

Maravilhoso!!! Nota 10. Extremamente bem explicado. Deus o abençoe e continue dando sabedoria, para dividir conosco.

    admin Publicado em1:12 pm - abril 5, 2019

    Obrigado pela sua interação. Deus o abençoe também.