Ser Cristão é viver Cristo

Colossenses 3.1-4

1 Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus.

2 Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas.

3 Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus.

4 Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados com ele em glória.

                Há mais de 20 anos atrás, num programa de televisão, um físico brasileiro provava com as teorias da física, que andar sobre as brasas da fogueira de São João não queima o pé. Ele não somente argumentou e disse que não havia nada de sobrenatural naquilo, mas ele mesmo andou sobre as brasas sem se queimar. Mas ao final da matéria, o físico afirmava que ninguém atravessou a fogueira sem estar movido por fé. “Eles, disse o físico referindo-se aos fiéis, andaram na fogueira pela fé em São João; eu, pela fé na ciência”.

Quando lemos a Bíblia, principalmente o Novo Testamento, encontramos um conceito muito importante, a saber: “nosso comportamento é resultado direto das nossas convicções”. Nós fazemos o que acreditamos.

Escrevendo aos Colossenses, neste início do capítulo 3, Paulo nos conclama a colocar em prática o nosso relacionamento com Jesus Cristo. Em apenas 4 versículos, ele dá a explicação de porque precisamos manter nosso pensamento nas coisas do alto e não mais nas coisas terrenas.

Vou mudar um pouco a ordem dos versos para termos um entendimento das fases que o cristão passa por estar unido com Cristo.

Em primeiro lugar, no verso 3, Paulo afirma que Morremos com Cristo. Há uma completa identificação do cristão com Cristo nestas palavras. Cristo morreu por nós e nos deu a salvação completa, mas também, visto que ele morreu a nossa morte, nós morremos com ele. Mas veja, Cristo morreu pelo pecado (sendo castigado por nós) e também morreu para o pecado (retirando o domínio do pecado de sobre nós). Em Romanos 6.14, Paulo diz que o pecado não mais tem domínio sobre nós. Unidos com Cristo, temos condições de ter vitória sobre o pecado.

Em segundo lugar, no verso 4, Paulo afirma que Vivemos em Cristo. No texto Paulo declara que Cristo é a nossa vida. Viver eternamente é viver Cristo. Ser como ele. Em Cristo nos tornamos mortos-vivos. Mortos para o pecado e vivos para Deus. Como é isto na prática. É ter Cristo como motivação e modelo para tudo na sua vida. Deixe-me dar um exemplo. Meu filho mais velho adora jogos eletrônicos. Se deixarmos, ele passará boa parte do dia brincando com esses jogos. Basta eu puxar uma conversa sobre um jogo do qual ele se utilize ou goste, para ver seus olhos brilharem de motivação e alegria. O apóstolo Paulo tinha Cristo como sua motivação de vida. Pela leitura das suas cartas, é possível perceber que Cristo é o assunto que mais o motivava na vida e lhe dava alegria. Penso que deve acontecer o mesmo com nós todos. A mesma motivação que um jogo eletrônico dá a uma criança, deve ser Cristo na vida do cristão. Cristo é tudo.

Em terceiro lugar, no verso 1, Paulo, afirma que Ressuscitamos com Cristo. Infelizmente, ainda existem muitos que mesmo vivos, ainda estão no cemitério. Quando Paulo afirma que fomos ressuscitados com Cristo, e que agora devemos pensar nas coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus, penso que Cristo nos ressuscita, nos dá nova vida, e também, nos retira do cemitério e nos conduz para um lugar de honra, estamos assentados com ele no céu. Paulo afirmou isto em Efésios 2.6 dizendo: “Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus”. Queridos, sabemos que isto foi algo maravilhoso que Cristo fez por nós. Pense um pouco, uma das coisas que o processo de impeachment fez com a Presidente Dilma foi afasta-la de sentar-se na cadeira presidencial. A rainha da Inglaterra mantém seus poderes e privilégios porque se assenta no trono. Paulo diz que Cristo nos coloca assentados com ele no trono. Mas para vivermos isso na prática, é preciso fazer o que ensina o verso 2, “manter o pensamento nas coisas do alto e não nas terrenas”.

O Evangelho é muito mais racional do que emocional. Nossa fé necessita das Escrituras. Cremos com base no que está revelado nelas. E o que Deus revelou em sua palavra é a base para a mudança ou transformação da nossa mente, da nossa maneira de pensar. Entendo que ao iniciar o capítulo com a expressão “já que vocês ressuscitaram”, Paulo esteja dizendo: “é hora de provar isso para os outros na prática. E isto se faz ocupando a mente com Cristo e sua Palavra, e vivendo de forma obediente à sua vontade. Na prática pensar nas coisas do alto, envolve em fugir da imoralidade sexual, da mentira, da ganância, da maledicência. A lista você encontrará no restante de Colossenses 3.

Desafio de hoje: Ore a Deus e agradeça a ele pela sua graça maravilhosa que lhe ajudou a crer em Cristo. Peça sabedoria para viver Cristo todos os dias da sua vida, imitando-o na prática diária. Peça a Deus que lhe ajude a ocupar seus pensamentos com os interesses do alto (oração, culto, evangelismo, vida honesta, compaixão, e assim por diante). Lembre-se: Você ressuscitou com Cristo, busque a coisas do alto. O pecado não tem mais domínio sobre você. Você é vitorioso! Deus o abençoe. Amém.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *