Casamento não é eterno, mas é indissolúvel

1 Coríntios 7.10-11

10 Aos casados dou este mandamento, não eu, mas o Senhor: que a esposa não se separe do seu marido.

11 Mas, se o fizer, que permaneça sem se casar ou, então, reconcilie-se com o seu marido. E o marido não se divorcie da sua mulher.

                                                                                                              

                Li certa vez a história de dois pastores conversando. Um deles estava prestes a separar-se de sua esposa, mas foi procurar um pastor amigo para conversar. Depois de algum tempo de conversa, o pastor com problemas no casamento disse:

– Vou me separar da minha mulher.

O outro retrucou: – Você não pode fazer isso.

– E porque não?

– Porque a Bíblia diz que você não pode se separar. 1 Coríntios 7.11 te manda não se divorcia de sua mulher.

– Mas eu não a amo mais.

– Mas você tem que amar, porque a Bíblia ordena você a amar. Em Efésios 5.25 diz: “Maridos, amem suas mulheres como Cristo amou a Igreja.

Então o pastor com problemas insistiu:

– Mas eu não consigo vê-la mais como minha mulher.

E o amigo continuou:

– Então ame-a como um amigo. A Bíblia diz em Prov. 17.17 “O amigo ama em todos os momentos”.

– Você tá louco! Quando olho para minha esposa eu já não vejo como amigo, mas sim como inimigo!

– Meu amigo, você tem que amar sua esposa mesmo assim. Pois a Bíblia também diz em Mateus 5.44 “Amem a seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem”.

                Esse pequeno diálogo eu não sei se foi real, mas resume bem o ensinamento bíblico sobre casamento. Ele é indissolúvel. Não é eterno, pois dura até que a morte venha a separar o casal. As únicas coisas que perduram, como afirmou Paulo em 1 Coríntios 13.13 “A fé, a esperança e o amor”. Paulo afirmou que o maior destas coisas é o amor. O casamento não está incluso como algo que permanece eternamente, mas o amor sim.

                No entanto, quando olhamos para nosso texto de 1 Coríntios 7, vemos claramente que o mandamento do Senhor é que o casal não se separe. Não nenhuma autorização para uma interrupção do casamento da parte de Deus. Quando alguém toma a iniciativa de uma separação, ele peca, pois desobedece voluntariamente a um mandamento do Senhor.

                A lógica da psicologia, com seus pressupostos humanistas, e portanto, contrários à Palavra de Deus, é dizer que a pessoa tem o direito de ser feliz. Mas o foco dos ensinamentos bíblicos não são o homem, mas o Senhor. Vivemos não para ser felizes, mas para glória do Senhor. Quando falamos de Jesus a alguém, por exemplo, não é porque este alguém é bonzinho e merece ser salvo, mas porque este alguém foi feito à imagem e semelhança de Deus e devia viver para glória de Deus, mas, por causa do pecado, a imagem de Deus está manchada e Deus não está sendo glorificado. Assim, evangelizamos, pensando em restaurar a glória de Deus manchada no homem. O foco da Bíblia é Cristo e sua glória. Como afirmou Paulo, porque por ele, por meio dele e para ele são todas a coisas. Glória, pois a Ele, eternamente.

                O único direito que o homem pecador tem é à condenação do inferno. Mas pela graça somos salvos, por meio da fé, e isto é um dom de Deus. Uma vez salvos, temos a missão de glorificar ao nosso Senhor em tudo. Jesus dizia: Porque vocês me chamam Senhor e não fazem o que eu mando? O princípio da união de um só homem com uma só mulher se mantém até que a morte os separe se mantem na Bíblia desde a criação da humanidade até aos nossos dias. O casamento não é eterno, mas é indissolúvel. Que a esposa não se separe do marido e que o marido não se divorcie de sua mulher. Esta é a vontade de Deus! Na linguagem bíblica: quem tem ouvidos para ouvir, ouça. Na linguagem pós-moderna: #Fica_a_dica.

                Desafio de hoje: Ore por sua vida para que, no que depender de você, Deus seja glorificado em todo tempo em sua vida pessoal e em seu casamento. Analise sua postura à luz das Escrituras e arrependa-se naquilo que Deus falar ao seu coração. Ele ressuscitou a Jesus. Ele pode restaurar o que está morto. Confie, Deus fará tudo que você não puder fazer. Mas faça sua parte. Seja obediente. A você que não é casado, ore para que sua relação com um futuro namorado ou noivo seja pautada na Bíblia. Ainda que outros estejam fazendo errado, você não tem que seguir os outros, mas as orientações do Senhor. Deus nos dê um dia abençoado.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *