O Caminho da Felicidade

Salmo 1.1,2

1 Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores!

2 Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite.

                A Bíblia diz que o mundo está no maligno. O pensamento da sociedade sem Cristo, ainda que em muitas coisas nos pareçam boas, está sempre atendendo aos intentos satânicos de rebelião contra Deus. A causa de todos os problemas sociais não está no partido político que assumiu o poder, nem mesmo na corrupção que assola a nossa nação, a causa é o pecado. Por isso, a solução também não está nas mãos de homens, membros de igrejas evangélicas que se tornam políticos, a solução é encontrada no domínio de Cristo no coração dos homens.

                Apenas uma mente transformada por Jesus Cristo e pela Palavra de Deus conduzirá o homem a agir de modo correto, trazendo benefícios para si mesmo e para todos em sua volta.

                Em todo ensinamento da Bíblia temos um padrão importante – o homem precisa abandonar ou tirar algo de seu coração e colocar o Senhor no lugar que ficou vazio. Isto é muito evidente nas cartas do apóstolo Paulo, a maior porção do Novo Testamento, em palavras muito usadas por ele: despir-se do velho homem e revestir-se de Cristo. Se tirarmos algo errado e não colocarmos algo correto no lugar, a tendência é voltar com o aquilo que estava errado.

                No Salmo 1, o Salmista inicia afirmando que o homem pode ser feliz. Mas que o caminho da felicidade passará necessariamente pela mudança de coração ou de mente. Segundo o salmista, será feliz aquele que não seguir o conselho dos ímpios. Observe que tudo começa na maneira de pensar. As ações subsequentes de imitar a conduta dos pecadores e assentar-se na roda dos zombadores somente serão realidade se o primeiro alerta não for seguido – não seguir o conselho dos ímpios. Queridos, vida cristã é acima de tudo mudança de coração ou de mentalidade. A bíblia é suficiente para tratar de todos os problemas não orgânicos do ser humano. A não ser que você tenha algum dano físico no cérebro, o que demandaria acompanhamento médico, os problemas do homem se resumem numa só palavra: PECADO.

                Olhando o Salmo 1.1, vemos que quando a mente do homem está seguindo o modo de pensar ímpio, pecaminoso, a tendência é ir de mal a pior. O que começou apenas no modo de pensar, toma forma e se torna a prática da vida. O que de fato está em seu coração é o que você acaba praticando. Alguém sabiamente afirmou que nem sempre os valores declarados são os valores vividos. O que dizemos nem sempre está aliado à pratica. Somente uma mente transformada por Cristo poderá nos conduzir à uma prática aprovada por Deus. Na sequencia do verso 1, a prática do pecado leva o homem à ser um zombador da fé. Já não há respeito pelo sagrado. A pessoa se distanciou tanto de Deus que o retorno será desgastante.

Como evitar essa condição? Como andar pelo caminho da felicidade? O salmista responde no verso 2. “sua satisfação está na lei do Senhor e nesta lei medita, de dia e de noite”. Fica evidente que a solução para os problemas do homem está na mente transformada pela Palavra de Deus. Essa transformação é fruto de leitura da Bíblia e meditação constante. Observe o destaque para “medita, de dia e de noite”. A mente está ocupada com o modo de pensar de Deus. Na linguagem paulina, o velho homem que seguia o conselho pecaminoso, que agia segundo o pecado no coração mandava e que já zombava da fé, se despiu desta velha roupa, deste modo de agir reprovável, e é agora, revestido e transformado pelo poder que há na Palavra de Deus, a Bíblia. E, se a mente muda, a prática de vida muda. Se nossa mente segue os princípios bíblicos, a prática de vida é conduzida à santidade, justiça, honestidade e assim por diante.

Vejo, com tristeza, muitos que se dizem irmãos em Cristo, decepcionados com Deus, zangados com igreja, achando que estão certos. Percebemos logo, que a maioria está afastada da Bíblia, não a conhecem, e em contrapartida, sabem pouquíssimo de Deus, Jesus, salvação. Quantos ainda defendem práticas adotadas pela sociedade e condenadas nas Escrituras. Quantos ainda acham que a Bíblia é ultrapassada, antiquada. Mas a Palavra de Deus não falha. Creio na suficiência das Escrituras, e você? Creio que a bíblia é inerrante e infalível. Creio que toda ela é a Palavra de Deus. E posso testemunhar que seguindo-a, viveremos vida santa e agradável a Deus. Nossas práticas mudarão. Quando falharmos, saberemos que falhamos, como também saberemos o caminho para a restauração.

Desafio de Hoje: Ore a Deus pedindo que ajude a você a ter satisfação na leitura e estudo da Bíblia. Peça ao Senhor para que motive você a conhece-lo por meio de sua palavra. E peça também para que uma vez que você conheça, medite, e ame a Palavra do Senhor, ela produza transformação em seu coração e em sua prática de vida. O resultado é que você será muito feliz. Lembre-se, o caminho da felicidade passa pela satisfação em conhecer e viver a Palavra de Deus e em evitar o pecado, principalmente quando ainda é só um pensamento. Deus seja contigo e te dê um dia abençoado. Amém.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *