Efésios 1.1,2 – Quem somos e como devemos agir!

EFÉSIOS – QUEM SOMOS E COMO DEVEMOS AGIR.

Pastor Joaquim José da Costa Dias – Pregado na Ibasc em 03/08/2014

 

EFÉSIOS 1.1,2

1 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos e fiéis em Cristo Jesus que estão em Éfeso:

2 A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo.

GRANDE IDEIA DO LIVRO: Nossa posição em Cristo deve moldar nosso modo de agir.

 

INTRODUÇÃO:

Estamos começando mais uma série de mensagens bíblicas expositivas, e desta feita, vamos estudar juntos a epístola ou carta de Paulo aos Efésios. 

A carta aos Efésios é considerada pelos estudiosos ao longo da história como a “rainha das epístolas”. Samuel Taylor Coleridge (citado por Barclay) a avaliou como “a composição mais divina da raça humana”.

                John Mackay ex-presidente do Seminário Teológico de Princeton afirmou sobre Efésios dizendo: “A este livro devo a minha vida”. Ele se referiu a Efésios como “a mais relevante para o nosso tempo” de todas as obras de Paulo.

                Nesta primeira mensagem, quero dar aos irmãos e amigos uma visão geral da carta, e nas próximas semanas, estudaremos passagens menores em cada capítulo.

                Assim, vamos estudar a carta, pensando, inicialmente em 3 questões importantes:

 

  1. 1.A AUTORIDADE DE QUEM FALA.

1 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos e fiéis em Cristo Jesus que estão em Éfeso:

                Certa vez, num seminário, enquanto tratávamos de um assunto polêmico, um aluno fez citação de um livro que havia lido. Um dos professores disse: “Bom, para que eu concorde com este autor, eu preciso saber quem ele é e se ele tem autoridade para dizer o que disse”.

                A carta começa com a declaração do autor se identificando como sendo Paulo, o apóstolo. Esta faz parte de um grupo de cartas de Paulo conhecido como “Cartas da Prisão”, que incluem além de Efésios, Filipenses, Colossenses e Filemon. Ao que tudo indica, Paulo escreveu estas cartas quando esteve preso em Roma, acusado de pregar o evangelho de Jesus, e naquela cidade estava aguardando seu julgamento. Nos capítulos 3:1; em 4:1; 6:20, ele refere-se a si mesmo como “prisioneiro”.

                Paulo escreveu esta carta com o objetivo de que fosse lida não somente em Éfeso, mas em todas as igrejas possíveis. Por isso, ele não cita nomes de pessoas conhecidas, não se refere alguma heresia específica, mas é uma carta que nos apresenta Cristo como centro de todas as coisas, mostra quem nos tornamos quando recebemos Jesus como salvador e Senhor e dá orientações de como devemos agir, já que somos de Jesus.

                É interessante que Paulo se chama de apóstolo. Este é o título que Jesus havia dado aos doze discípulos que ele escolheu em vida. Paulo não fazia parte dos doze, mas reivindicou este título. No Antigo Testamento e no judaísmo, segundo John Stott, “esta palavra designava alguém especialmente escolhido, chamado e enviado para ensinar com autoridade. Não tinha se oferecido como voluntário para este ministério, nem a igreja o nomeara. Pelo contrário, seu apostolado viera da vontade de Deus e da escolha e comissão de Jesus Cristo”.

                O que Paulo nos ensina nesta carta, portanto, deve ser levado a sério por cada um de nós durante este tempo que a estudaremos, pois seu autor não é um indivíduo qualquer, não é um professor ou um especialista, ele é um “apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus”. Neste caso, o que Paulo nos escreve em Efésios é a Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo, que deve ser levada a sério por todos nós.

    1. 2.UMA CARTA PARA TODOS OS CRENTES.

    1 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos e fiéis em Cristo Jesus que estão em Éfeso:

    2 A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo.

                    Paulo escreveu aos irmãos de Éfeso e também para outras igrejas da Ásia. Mas vale destacar aqui os termos que ele utilizou para descrever os leitores da sua carta. Estes termos descrevem como o apóstolo vê os crentes:

    1. 1.São Santos: Paulo não usa o termo santo para se referir a uma elite espiritual, um grupinho de pessoas especiais. Não, ele se refere a todos os salvos por Jesus. Estes eram santos por terem sido separados em Cristo para pertencer a Deus.
    2. 2.São fiéis: O original grego permite dois significados – crença (tendo fé) e fidelidade (sendo fiel). A ideia é que os crentes são fieis e dignos de confiança por causa de Jesus em quem creram.
    3. 3.Estão em Cristo Jesus: Estar em Cristo é estar em união pessoal com Cristo. E, como a igreja é o corpo de Cristo, quem está unido com Cristo, está unido com sua igreja. John Stott afirmou que “é impossível fazer parte do corpo sem estar relacionado com o cabeça e também com os membros”. Assim, para Paulo, ser cristão é estar em Cristo, unido com ele e com o povo dele, que é a igreja.
    4. 4.Estão em Éfeso: Éfeso era um importante porto da Ásia Menor. O mundo naqueles dias era marcado por grande violência e perversidade, e a humanidade vivia sem esperança. Alguma semelhança com nosso mundo de hoje? Pois sim, Éfeso era uma colônia grega e um porto comercial ativo. Era também a sede do culto à deusa Diana (ou Ártemis), cujo templo chegou a ser uma das 7 maravilhas do mundo. O trabalho evangelístico de Paulo em Éfeso foi tão eficiente, que ameaçou o comercio de ídolos de prata do templo de Diana e os ourives (fabricantes) provocaram um alvoroço público de protesto.

                    Assim, Paulo resume a condição de seus leitores. São santos por que pertencem a Deus, são fiéis por que confiaram em Cristo e são cidadãos de dois reinos, o de Cristo e o de Éfeso. Estas palavras de Paulo devem nos lembrar que nós também somos cidadãos de dois reinos. Também somos santos e fiéis, e vivemos tanto em Cristo quando no mundo secular. Na linguagem desta carta, estamos tanto nos lugares celestiais quanto na terra.

                    Esta verdade serve para nos alertar sobre a tendência que temos ou de seguir a Cristo e se alienar e se esconder do que acontece no mundo, ou ficar preocupado demais com o mundo e se esquecer que também estamos em Cristo.

                    Neste período de eleições, é importante que nos lembremos da nossa obrigação do voto. Somos cidadãos do céu, mas também cidadãos brasileiros. Temos a luz de Cristo e a iluminação da Bíblia para tomar decisões sábias, evitando pecados e ajudando a vivermos uma vida melhor na sociedade que vivemos.

      1. 3.A MENSAGEM DE EFÉSIOS.

      2 A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo.

                      O que Paulo queria dizer com esta carta? Paulo fala de tudo aquilo que Deus fez através do trabalho de Jesus Cristo registrado na história. O que Cristo fez no passado continua ativo até hoje pela ação do Espírito Santo na História e tal trabalho de Jesus visa à formação de uma nova sociedade, em meio à sociedade velha e mundanizada.

                      Nesta carta aprendemos que somos família de Deus, o Pai. Somos membros do Corpo de Cristo, o filho e somos, por isso morada, habitação do Espírito Santo. Em Cristo, fomos reconciliados com Deus e uns com os outros.

                      Por causa disto, Paulo nos ensina que precisamos demonstrar na prática, de modo claro e visível, a realidade desta obra que Deus tem feito por meio de Jesus.

      1. 1.Somos desafiados a viver em unidade, mesmo sendo diferentes.
      2. 2.Somos desafiados a viver uma vida pura e cheia de amor todos os dias, aprendendo a submissão mútua e voluntária, especialmente nas nossas relações familiares.
      3. 3.Somos desafiados ainda a viver de modo seguro lutando contra os verdadeiros inimigos que são as forças espirituais do mal.

              Para que possamos realmente viver este tipo de vida precisamos basicamente de duas coisas, a saber: – a graça e a paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

      Graça e paz são as duas palavras fundamentais para a nossa compreensão de Efésios:

      1. 1.O Evangelho de Jesus é chamado de “Evangelho da Paz” em Efésios 6:15. Jesus Cristo é, Ele mesmo, a nossa Paz! – ver Efésios 2:14. Isto Ele alcançou na cruz do Calvário – ver Efésios 2:15. E Ele mesmo veio trazendo as Boas Novas de paz, conforme Paulo citou em Efésios 2:17. Assim, como Seu povo, nós devemos nos esforçar “diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz – Efésios 4:3.
      2. 2.A graça de Deus é outra expressão cheia de referências em Efésios. Paulo afirma que somos salvos pela graça de Deus – Efésios 2:5,7 e 8. Também disse que é pela graça de Deus que somos capacitados para o serviço cristão – ver Efésios 4:7.

                      Assim a carta inteira é uma combinação de doutrina cristã e dever cristão, daquilo que Deus fez por meio de Cristo e do que nós devemos ser e fazer por sermos de Jesus.

                      Em Efésios, Paulo nos ensina que Deus está criando por meio da Igreja uma nova criação, uma nova comunidade ou nova sociedade. Pela paz e pela graça que nos salvou, a igreja estabelece uma nova humanidade, transformada para se parecer com Cristo.


      CONCLUSÃO:

      1. 1.Efésios nos ensina quem somos e como devemos agir. Nossa posição em Cristo deve moldar nosso modo de agir.
      2. 2.Como a Epístola aos Efésios foi escrita por um “apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus”, nós precisamos dar ouvidos aos seus ensinamentos com a devida atenção e humildade. Leia e releia esta carta durante as próximas semanas. Deixe Deus falar ao seu coração, durante o tempo que estivermos estudando juntos aqui.
      3. 3.Como os efésios, nós também somos santos e fiéis. Muitos dos nossos problemas surgem porque nos esquecemos destas verdades e queremos agir como todo mundo age neste mundo. Lembre-se que não podemos nos alienar do mundo, mas devemos ser bênção de Deus levar sua mensagem que transforma.
      4. 4.Em João 14.15 Jesus disse: “Se me amais, guardareis os meus mandamentos”. Lembre-se dos ensinos que teremos nesta carta. Lembre-se de que nossa posição em Cristo deve moldar nosso modo de agir. Lembre-se que devemos viver uma vida pura e santa, devemos ser unidos como igreja, como corpo de Cristo, e que temos a missão de lutar contra as forças do mal neste mundo.
      5. 5.Que Deus nos abençoe.

                     

       

       

      Deixe seu comentário

      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *